GALERIA DE FOTOS 2018

CARTÓRIO AMIGO - AÇÕES PARA UM FUTURO MELHOR

PROJETO CARTÓRIO AMIGO
Ações para um futuro melhor

Os cartórios mato-grossenses desenvolvem diversas ações em prol da sociedade, de forma individual e em datas diversas ao longo do ano. Com o escopo de oportunizar maior alcance, tornar mais eficiente e abrangente tais ações, bem como, aproximar os cartórios da população, a ANOREG-MT em conjunto com os notários e/ou registradores, propiciará a realização de atendimento dos cartórios do estado a população em geral, em um único dia e horário. As serventias que aderirem ao projeto prestarão os seguintes serviços de forma gratuita, na forma da lei: casamentos; segunda via de certidões de nascimento, casamento e óbito, bem como orientação sobre as outras especialidades, ou seja: Tabelionato de Notas, Registro de Imóveis, Protesto de Títulos, Registro Civil de Pessoa Jurídica e Registro de Títulos e Documentos.

Overview

Parceiros

sponsors
sponsors
sponsors
sponsors

Peças Publicitárias

Faça download do material gráfico da campanha.

Casamento Social

O Casamento Social é um evento que será promovido pela Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) em parceria com a Rede de Responsabilidade Social (Rares) e cartórios de todos os municípios de Mato Grosso que se aderirem ao Projeto “Cartório Amigo – Ações para um futuro melhor”.

Dúvidas sobre o casamento Social

Tire todas suas dúvidas sobre o Casamento Social

O Casamento Social é um evento que será promovido pela Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) em parceria com a Rede de Responsabilidade Social (Rares) e cartórios de todos os municípios de Mato Grosso que se aderirem ao Projeto “Cartório Amigo – Ações para um futuro melhor”.

Este projeto é inédito no Estado e tem a finalidade de proporcionar o resgate da cidadania à sociedade mato-grossense, oferecendo serviços gratuitos nos termos da lei como, por exemplo, casamentos, requerimento de segunda via de certidão de nascimento, de óbito, auxílio na impressão do CPF, consulta de títulos protestados em todo o país, dentre muitos outros.

No dia 10 de agosto de 2019 (sábado), das 9h às 17h, em todas as cidades em que os cartórios sejam parceiros.

O Casamento Social é gratuito para os casais que são beneficiários de programas sociais do Governo Federal, que recebem até dois salários mínimos e demais requisitos que demonstrem não terem condições financeiras.

Os documentos a serem apresentados são diferentes, conforme o estado civil dos noivos. Confira:

Noivos solteiros – certidão de nascimento (original); RG e CPF; duas testemunhas com RG (ou CNH) e CPF (maior de 18 anos); comprovante de endereço em nome dos noivos.

 
Noivos divorciados – certidão de casamento (original com averbação do divórcio); formal de partilha ou cópia da sentença prolatada pelo juiz ou cópia da escritura pública de divórcio (divórcios efetuados a partir do ano de 2003) onde discorre acerca dos bens; RG e CPF; duas testemunhas com RG (ou CNH) e CPF (maior de 18 anos); comprovante de endereço em nome dos noivos.

 
Noivos viúvos – certidão de casamento (original com averbação do óbito); certidão de óbito do cônjuge falecido; formal de partilha (caso tenha bens); inventário negativo; RG e CPF; duas testemunhas com RG (ou CNH) e CPF (maior de 18 anos); comprovante de endereço em nome dos noivos.

 
Noivos civilmente menores – 16 e 17 anos – comparecer com pai e mãe; menores de 15 – alvará judicial de suprimento de idade, pai e mãe; certidão de nascimento (original); RG e CPF; duas testemunhas com RG (ou CNH) e CPF (maior de 18 anos); comprovante de endereço em nome dos noivos.

 
Noivos estrangeiros – certidão de nascimento (original e traduzida por tradutor juramentado e registrada junto ao Cartório de Títulos e Documentos – 1º Ofício de Cuiabá); certidão original que prove o estado civil do (a) nubente (também traduzida e registrada); antecedente criminal do país de origem (traduzido e registrado); certidão da Justiça Federal (caso o estrangeiro tenha CPF, pode imprimir pela internet; caso não tenha, procurar a Polícia Federal); passaporte original atualizado (ou RNE); certidão consular; comparecer pessoalmente junto ao cartório. Observação: caso for divorciado, trazer a certidão de casamento e sentença de divórcio.